Meu treinador não me tira do banco. O que posso fazer?

Meu treinador não me tira do banco. O que posso fazer?

 Fala, bolerada!

Como todos já sabem, o futebol é um jogo formado por 11 jogadores de cada lado em campo, porém, sempre há jogadores reservas para casos de lesão ou de substituição tática.

Durante a sua carreira, dificilmente você vai ser sempre titular, especialmento conforme o nível do futebol for aumentando. Agora, o que você deve fazer caso sempre esteja no banco? 

Escrevi esse artigo para responder a maioria das perguntas que recebemos. A primeira coisa que você precisa saber é que isso é normal. A grande esmagadora maioria já passou pelo banco de reservas. Pode ser estressante e querer te fazer desistir, porém enxergue isso de outra maneira: “se eu estou aqui, significa que não estou preparado o suficiente para jogar ou não me adequo ao sistema tático do meu treinador.

Devo ou me preparar fisicamente para jogar, ou estar apto a aprender novas maneiras de jogar e expandir minhas opções, como minha posição, por exemplo”.

Seja flexível pro seu treinador. Ele sabe que você é zagueiro, mas trabalhe duro para que quando ele olhar no banco precisando de um lateral improvisado, por exemplo, o olhar para você se destaque.

Não fique na sua zona de conforto! É tudo uma questão psicológica com você mesmo. É hora de aprender a reconhecer seus erros. Reflita uma simples pergunta: “Sou um dos 3 melhores jogadores do meu time?”

Se sua resposta para essa pergunta foi um “Não”, aprenda a trabalhar mais que os melhores. Faça a mais que o 1% faz. Se comporte como eles, treine mais do que eles, ajude mais do que eles (recolher e organizar material do treino, por exemplo).

Mostre pro seu treinador que você está interessado. Apenas com palavras, ele pode não acreditar 100%. Coloque em prática o porquê dessa vontade.

Você acha que o Cristiano Ronaldo não trabalhou duro para chegar onde ele está? E o Jamie Vardy, que saiu do futebol amador para ser campeão da Premier League?

Por outro lado, jamais cometa o erro de entrar em conflito com o treinador ou companheiros de time, se você está no banco, na maioria das vezes a culpa é sua, nenhum treinador é louco o bastante de deizar um jogador que está voando no banco.

Eu digo isso pois, a partir do momento que você entra em conflito com o treinador, você abaixa todas as suas chances de ser titular e aí já era.

Em resumo, se você estiver na reserva, faça uma honesta auto análise do seu futebol, peça críticas construtivas dos seus companheiros, treinadores e apoiadores. 

Comece a ver as críticas como ouro e oportunidades! Veja elas com uma pesquisa de marketing e trabalhe nelas para eliminá-las do seu produto que no caso é o seu futebol!

Tamo junto e #RumoAoPro


Dejar un comentario

Por favor tenga en cuenta que los comentarios deben ser aprobados antes de ser publicados

Spanish
Spanish